Queridas manas…

quando vocês forem debater com gente não desconstruída, cuidado ao usar o argumento do biscoito. Quando nós dizemos: “Macho querendo biscoito de mulheres” “Branco querendo biscoito de negrxs” “Cis querendo biscoito de trans*☦✝” “Magro querendo biscoito de gorde” “Capacitista querendo biscoito de PNE” “Hétero querendo biscoito de LGBTQIAWPC” Está certo que esse argumento basta para botar as pessoas não desconstruídas …

Betine BombomQueridas manas…

Obrigada IBGE

Você poderia ter se contentando em só fazer geografia e estatística. Mas não, bravamente fez justiça social por nós. Poderia ter meramente aceitado a auto-identificação, como alega para inglês ver, e incluído os termos RACISTAS da população como “mulato”, “moreno”, “cor de jambo”, “meio cafuzo meio confuso”, “mameluco mais maluco”. Mas não: bravamente criou o termo “pardo”. Poderia também ter …

Betine BombomObrigada IBGE

Creio

Creio na Socialização, toda poderosa, criadora de gêneros e sexualidades, e na Desconstrução, nossa única esperança, que foi concebida pelo poder do pós-estruturalismo nasceu de Foucault e Derrida Padeceu sob a ciência positivista Foi glorificada, como dogma adotada, desceu da USP às favelas, bebeu da Teoria Crítica, Marcuse e Habermas, à esquerda dos quais se senta Judith Butler, toda poderosa, …

Betine BombomCreio

Assédio

Por um segundo na minha vida eu gostaria de poder andar na rua sem ser assediada e estuprada verbalmente por homens que sentem um tesão incontrolável por mim. A hipersexualização da mulher negra trans lésbica poli-assexual cadeirante plus-size é impressionante.

Betine BombomAssédio

Querido diário… (3)

Manes (eu disse MANES, não manés), precisamos falar sobre um preconceito que pouco foi tratado. É um preconceito que faz vítimas todos os dias, e essas vítimas são invisibilizadas. Infelizmente, Mamãe continua reproduzindo preconceito dentro de casa, e me dei conta desse preconceito negligenciado hoje, quando ela me acordou aos berros às 11 e meia da madrugada. “Acorda, garota!” (Disse …

Betine BombomQuerido diário… (3)

Entendendo o LGBTcedário

A é de assexual. Por milênios nós assexuais fomos oprimides, nos chamavam de “frígidos”, “eunucos”, “grelo mole”. Hoje as pessoas desconstruídas estão aprendendo que nós simplesmente não queremos fazer sexo com elas. B é de bissexual. A bifobia continua fazendo vítimas diariamente, as pessoas nos discriminam achando que se ficamos com uma mulher hoje então não queremos ficar com um …

Betine BombomEntendendo o LGBTcedário

Branquitude

É opressivo generalizar sobre o comportamento de grupos de pessoas se tudo o que elas têm em comum é uma característica biológica acidental. Exceto quando esse grupo é a branquitude. A branquitude existe só para se apropriar da cultura negra, pra chafurdar em seus privilégios, pra oprimir o povo preto com suas polkas, violinos, strudels, mac lanches felizes, Tildas Swintons, …

Betine BombomBranquitude

Querides seguidorxs…

Querides seguidorxs, acabei de ser contactada pela editora BoiClimaTempo para publicar um livro. O título provisório do livro é “Como conversar com um homolesbotransfóbico cissexista racista gordofóbico capacitista fascista”. Neste livro, com base na minha vivência única, darei dicas baseadas na minha luta contra os discursos da sociedade opressora, especialmente os reproduzidos pela minha mãe, que hoje, para reproduzir mais …

Betine BombomQuerides seguidorxs…